Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

Presidente Do Brasil Jair Bolsonaro Recebe A Condecoração Dos Amigos De Sião

No dia de hoje em Jerusalém, o Museu dos Amigos de Sião recebeu a delegação e concedeu a “Condecoração dos Amigos de Sião” ao Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Esta condecoração é concedida aos líderes mundiais que foram “acima e além” para o Estado de Israel.

Em dezembro de 2017, o presidente Donald Trump recebeu a Condecoração dos Amigos de Sião das mãos do fundador do Museu dos Amigos de Sião, Dr. Mike Evans, que atua na “Iniciativa Trump Faith”.

Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

Crédito da foto: Peter Halmagyi

Após a sua chegada, o Presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o Primeiro Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. No Museu dos Amigos de Sião, o primeiro-ministro Netanyahu mencionou que “Eu não creio que o Estado Judeu e o Sionismo Moderno seriam possíveis sem o Sionismo Cristão”. O presidente Bolsonaro e a Cooperação Brasil-Israel afirmaram na ocasião que “este governo está determinado a fortalecer a parceria entre o Brasil e Israel”.

Nos últimos meses, o presidente Bolsonaro reafirmou seu apoio ao Estado de Israel. Ele também confirmou seu compromisso com o fortalecimento das relações entre o Brasil e Israel, anunciando posteriormente que seu país irá estabelecer uma missão econômica em Jerusalém, a capital de Israel.

O Brasil também desempenhou um papel no estabelecimento do Estado de Israel. Em 1947, o Brasil votou a favor do plano de partição da ONU, apoiando a criação de um Estado Judeu na Terra de Israel. O Embaixador Osvaldo Aranha, chefe da Delegação Brasileira, foi um dos principais defensores do plano.

O mapa da votação das Nações Unidas é exibido no Museu dos Amigos de Sião, que recebe dezenas de milhares de brasileiros anualmente, expressando-lhes seu apreço pela verdadeira amizade com o Estado de Israel e o Povo Judeu. O relacionamento entre o Brasil e Israel dura décadas; o Brasil foi um dos primeiros a reconhecer o Estado de Israel em 1949.

O Museu dos Amigos de Sião ultrapassou recentemente 58 milhões de membros, tornando-se um dos maiores sites pró-Israel do mundo. De acordo com Dr. Mike Evans, “entre os 58 milhões de amigos nas redes sociais, milhões de seus apoiadores vêm do Brasil, que é a quinta maior nação do mundo”.

Os condecorados anteriores dos Amigos de Sião foram o Presidente George W. Bush, o príncipe Albert II de Mônaco, o presidente Rosen Plevneliev da Bulgária e o Presidente Jimmy Morales da Guatemala, por seu firme apoio ao Estado de Israel e ao Povo Judeu.

O Museu Amigos de Sião revela histórias fascinantes enfatizando o apoio e o heroísmo dos muitos amigos do Povo Judeu e do Estado de Israel. Ele serve como um portal para combater o antissemitismo global e o movimento BDS.

Junto com o conhecido ex-presidente, o falecido Presidente Shimon Peres, nosso conselho tem a honra de incluir o general Yossi Peled, diretor do Conselho do Museu dos Amigos de Sião.

O Centro de Memória dos Amigos de Sião é um projeto de 100 milhões de dólares que se tornou uma das principais instituições do Estado de Israel, influenciando o mundo e fortalecendo as relações de Israel globalmente, bem como os pilares da sociedade israelense.